E-mail: bloggccgs@gmail.com

Rádio OnLine Toque Da Cidade

2 de ago de 2014

Guarda Civil de Cotia prende indivíduos que praticaram latrocínio em Vargem Grande Paulista

A Guarda Civil de Cotia, prendeu por volta das 12h50 desta sexta-feira(1º), dois indivíduos acusados de um latrocínio ocorrido no último domingo, dia 27de julho, em Vargem Grande Paulista.
O crime (roubo seguido de morte), foi rapidamente esclarecido graças ao trabalho conjunto da Polícia Civil de Vargem Grande Paulista e da Guarda Civil de Cotia. A prisão aconteceu  após investigação baseada no retrato falado de um dos indivíduos e monitoramento do celular da vítima, roubado no dia do crime.

Os dois indivíduos foram presos em Caucaia do Alto. C.A.S., de 29 anos, morador de Osasco, foi preso próximo à comunidade do Evaristo e A.A.S., de 21 anos, morador de Caucaia, foi preso na entrada do bairro dos Pereiras.
A arma do crime, um revólver calibre 38, ainda não foi localizada.
 
C.A.S. e A.A.S. foram presos na Praça da Santa, em Caucaia do Alto
Segundo informações, C.A.S. (de amarelo) saiu do presídio há seis meses. Ele seria o motorista (cavalo) da fuga. Já A.A.S. (de azul) foi quem atirou no motorista e também teria passagem pela polícia.
O delegado Dr. Ednelson de Jesus Martins entrou com o pedido de prisão dos bandidos. Eles foram transferidos para a Cadeia Pública de Cotia.
 
O Crime
Arinei dos Santos, de 51 anos, nascido em Cotia e morador do centro de Vargem Grande Paulista, foi morto com um tiro em frente à casa de sua sogra, no Jd. Helena Maria.
O crime aconteceu por volta das 22h50, quando ele e sua esposa voltavam de uma festa de aniversário. A esposa, N.S.S., também de 51 anos, contou que tinham dado carona para sua mãe e sua sobrinha, de 18 anos.
N.S.S. de 51 anos, contou  como o crime aconteceu
"Quando chegamos em frente à casa, meu marido embicou o carro, elas se despediram e desceram", disse. "Ele então disse que ia esperar que elas entrassem em casa, como sempre fazia. Ele estava com o vidro do carro aberto e já se preparava prá sair dali quando chegaram dois homens e pediram o celular dele, um Iphone".
N.S.S. contou que mesmo sem esboçar reação, um dos ladrões já chegou atirando em seu marido. Ela chegou a achar que ele só tivesse sido atingido de raspão no braço. Após o tiro, um dos homens deu a volta pela frente do carro, abriu a porta do passageiro e exigiu o celular dela. Em seguida abriu o porta-luvas do veículo, revirando tudo como se procurasse uma arma. O comparsa então teria dito "sujou" e saíram correndo. Eles entraram em um Fiat Uno cinza onde estava uma terceira pessoa, fugindo em seguida.
Os vizinhos chamaram a polícia e Arinei foi socorrido ao PS de Vargem Grande Paulista, onde veio à óbito.
A esposa disse à polícia que havia a possibilidade deles estarem sendo seguidos desde o retorno do km 43, e pediu que as câmeras no local fossem checadas.
Arinei era comprador de uma empresa de material de construção da região de Caucaia do Alto.
No dia do crime foi registrado o Boletim de Ocorrência de nº 4716/14, de crime de latrocínio e instaurado inquérito policial. A vítima foi levada ao DHPP - Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoas, em São Paulo, onde fez um retrato falado do ladrão que teria matado seu marido. O sinal do Iphone da vítima também foi rastreado e apontou para a favela do Evaristo, em Caucaia.

O terceiro continuava foragido mas com um trabalho minucioso e incansável por parte dos Policiais Civis e Guarda Civil de Cotia que fizeram algumas diligencias encontrando e capturam o mesmo que se juntou aos outros no final da ocorrência.  
Atenderam a ocorrência as viaturas 1319 GC Gilmar Pires e GCF Suzana, com apoio das viaturas de área R3 1304 Inspetor J.Roberto e Augusto e 1325 CD Domingues e GC Jorge.
Fonte: Portal Viva/Fau Barbosa



Por: Souza Lima

0 comentários:

Postar um comentário